Aparelho que reduz a conta de energia funciona mesmo?

Aparelho que reduz a conta de energia funciona mesmo?

Já ouviu falar de um aparelho que reduz a conta de energia? Será que funciona mesmo?

O consumo alto de energia elétrica é sempre uma preocupação, tanto para empresas como para o próprio lar. Por isso, é natural que estejamos sempre procurando formas de diminuir esses gastos, sem comprometer as inúmeras vantagens e necessidades que a energia nos oferece. 

Neste artigo, vamos mostrar como o aparelho que promete reduzir a conta de energia funciona e o que acontece na prática. Continue a leitura!

O que é um redutor de consumo de energia?

No mercado, existem muitos aparelhos que prometem reduzir a conta de energia. Também chamado de redutor de energia ou economizador de energia, esse tipo de aparelho é apresentado de duas formas:

  • um é colocado diretamente na tomada e atua na estabilização da corrente de todo o imóvel;
  • o outro é um pequeno dispositivo que também vai direto na tomada, mas atua como um intermediário com seus equipamentos, como eletrodoméstico, lâmpada, etc.

O redutor de consumo de energia funciona como um filtro, diminuindo a energia reativa e as pequenas oscilações normais da transmissão de energia. Desta forma, reduz a queda de tensão e o impacto no sistema elétrico.

Os resultados podem variar de 5% a 50% de economia do consumo de energia, dependendo do tipo de aparelho, da voltagem, da classe de potência e eficiência energética, entre outros fatores. 

Como o aparelho que reduz a conta de energia promete funcionar?

Para colocar um aparelho que reduz energia, a orientação é só conectar em qualquer tomada que o ele já começa a funcionar e estabiliza a energia elétrica. Para cada dispositivo seu que você quer diminuir o consumo, seria necessário um aparelho deste para intermediar e otimizar o consumo de energia. 

Como o aparelho que reduz a conta de energia funciona na prática?

As experiências com esses aparelhos podem ser muito diferentes na prática. A PROTESTE (Associação Brasileira de Defesa do Consumidor), por exemplo, fez uma análise com algumas das marcas de redutores de energia mais vendidos do mercado. A conclusão que a instituição chegou é que não existe redução de consumo perceptível que compense a compra desses aparelhos.

Na realidade, o perigo pode ser muito maior do que comprar um produto com “propaganda enganosa”. Ainda existe o risco de danificar os equipamentos eletroeletrônicos conectados e até mesmo aumentar o consumo de energia – completamente o oposto do que promete. 

Qual a melhor maneira de reduzir o consumo de energia?

Pode até ser muito interessante contar com um aparelhinho milagroso para conseguir um desconto tão bom na conta de energia. Mas a realidade mostra que não é exatamente assim que funciona. Por isso, uma das melhores maneiras de reduzir a conta de energia é seguir os bons e velhos hábitos para a economia.

Veja alguns pontos que você deve sempre se atentar na sua empresa:

  • Busque aproveitar mais a luz natural e a ventilação natural;
  • Troque suas lâmpadas comuns por lâmpadas de LED;
  • Desligue as lâmpadas dos ambientes que não estão sendo utilizados;
  • Avalie os horários realmente necessários para ligar o ar-condicionado;
  • Desligue o monitor do computador em períodos de curta ausência;
  • Já para períodos maiores, desligue o computador completamente;
  • Faça a manutenção preventiva da sua rede elétrica periodicamente;
  • Evite o horário de pico de consumo de energia – das 17h às 22h;
  • Conscientize e engaje sua equipe para contribuir com essas práticas.

Esses são alguns hábitos que a sua empresa deve se atentar sempre para conseguir manter o consumo de energia mais baixo.

Utilize fontes de energia renováveis como energia solar

Além dos hábitos que seu negócio deve aderir para diminuir o consumo de energia, outro aspecto muito interessante para o seu negócio é a utilização de fontes de energia renovável.

Se você estava considerando comprar um aparelho redutor do consumo de energia, seu foco é encontrar uma alternativa mais barata e acessível do que o investimento normalmente necessário para utilizar outras fontes renováveis. No entanto, é possível aderir a energia solar, por exemplo, sem qualquer investimento.

Já ouvir falar na Fazenda Solar? É uma modalidade de energia solar que qualquer empresa pode alugar cotas de energia solar. Isso significa que energia solar produzida será vinculada ao CNPJ e aplicar o desconto diretamente na conta de energia gerada pela concessionária de energia.

Sua empresa continua utilizando a energia normalmente, mas contribui ativamente com fontes renováveis e limpas – sem qualquer trabalho extra ou investimento.

Quer saber mais sobre energia solar?

Quer conhecer mais sobre a energia solar? Leia mais no blog da Alsol!